Síndromes Tecnológicas: o impacto do uso inadequado do aparato tecnológico na saúde do trabalhador

O Laboratório Central em parceria com a Coordenação de Saúde Ocupacional da Secretaria de Administração do Estado-Sead, promovem palestra para os servidores. Com o objetivo de mostrar como mau uso da tecnologia pode afetar a vida social, o trabalho e a saúde das pessoas.

” No meu ver o uso da tecnologia vem com muitas vantagens, mas também com ela vem muitas desvantagens. A qualidade de vida é estar em movimento e se relacionando com os outros, muitos ficam sedentários e isolados”. Diz Rogéria Nunes Coelho, do Setor de Bacteriologia. Segundo a palestrante, Aline Couto, isso acontece porque muitas pessoas perdem muito tempo com a tecnologia e há perdas da interação social e as relações ficam prejudicadas fisicamente e psicologicamente.

“O impacto da cultura do “sempre ligado” são negativos pois a mente nunca descansa, o corpo não tem tempo para se recuperar, prejudicando a vida como o todo”, explica a palestrante Luciana Amorim.

O tema abordado tem uma importância significativa na vida contemporânea, pois a tecnologia impera em quase todos os ambientes. Trazendo orientações e nos alertando do mau uso das tecnologias.

Sonia Lima

Ascom/Lacen

Você também pode gostar...