Técnicos do Lacen-Pa coletam amostras de mosquitos em Santarém

Técnicos do Laboratório Central do Estado do Pará estão na cidade de Santarém para coletar amostras de mosquitos Aedes transmissores de doenças. Este processo de captura faz parte de uma grande pesquisa do Ministério da Saúde em parceria com as Secretarias de Saúde dos Estados e Municípios.

De acordo com Paoola Amorim tem o objetivo de capturar, identificar e testar inseticidas. “ Este trabalho faz parte do monitoramento da resistência do Aedes aos inseticidas utilizados pelo programa nacional de controle da dengue”, explica a Bióloga, chefe da Entomologia do Lacen-Pa.

Pesquisadores espalharam mais de 100 armadilhas pela cidade para coletar amostras de mosquitos transmissores de varias doenças, como a Dengue, Chinkungunya e zika, por exemplo. As armadilhas foram espalhadas em bairros de Santarém, em mais de 150 pontos estratégicos, para atrair os mosquitos transmissores dessas doenças.

Segundo Arnaldo Fayal, ainda serão analisados também os ovos desse mosquito. “Depois daremos continuidade na coleta de ovos do Aedes aegypti para verificar a resistência no campo pelo larvicida que está sendo utilizado”, diz o Médico Veterinário do setor de Entomologia do Lacen-Pa.

A pesquisa é para verificar a resistência do Aedes no Estado do Pará e também a distribuição do transmissor nos municípios escolhidos estrategicamente, “Santarém é uma das cidades que foi escolhida para essa pesquisa, assim como Altamira, Itaituba e Breves. As cidades foram selecionadas a partir do tamanho da população, características endêmicas e geográficas, clima, umidade, temperatura, altitude com relação ao mar, turismo, enfim”, Finaliza Arnaldo Fayal.

Você também pode gostar...